Xiru Lautério "O PERSONAGEM MAIS BAGUAL DAS HISTÓRIAS EM QUADRINHOS BRASILEIRAS"

24 de dez de 2008

Desenho a dois

Nanquim sobre papel vergê: Byrata
Lápis de cor: Vó Viva

22 de dez de 2008

Desenho a dois

Chuva Púrpura
Nanquim sobre papel vergê: Byrata
Lápis de cor: Vó Viva

19 de dez de 2008

17 de dez de 2008

Desenho a dois



Desenho: Byrata (caneta naquim sobre papel vergê)
Cor: Vó Viva (lápis de cor)





Vó Viva, apelido carinhoso dado pela primeira neta a Dona Nyvia da Silva Lopes, minha mãe.
Vó Viva está com Alzheimer, doença maléva que vai consumindo o cérebro das criaturas, até deixar do tamanho de um tomate. Esse buraco negro atacou minha velhinha.
No início ela começou apresentando pequenas confusões mentais, esquecimentos, desconfianças... agora está no leito do Hospital de Caridade em Santa Maria.
Ha uns três ou quatro anos atrás, faziamos juntos uns exercícios. Ela ainda estava bem mas perdia aos poucos a coordenação. Eu desenhava e ela coloria. Fizemos vários desenhos assim...


17 de nov de 2008

Deu na ZH


Foto: Charles Guerra / Diário de Santa Maria

REGIÃO CENTRAL

Um jeito doce de ensinar

Uma revista infantil aborda a prevenção e o tratamento do diabetes

Hoje, no Dia Internacional do Diabetes, uma publicação chega para tratar de maneira divertida um assunto sério. A revista infantil Insulina – A Formiguinha Diabética, obra de João da Fontoura e Souza Neto, o Tetê, com ilustrações de Byrata, enfoca o diabetes infantil e busca conscientizar adultos e crianças sobre a doença. O lançamento está programado para as 15h, com sessão de autógrafos, no Centro Cultural Cesma, em Santa Maria.A publicação conta a história da formiguinha Insulina. Ela é uma “garotinha” que vive com os pais, Seu Ínsulo e Dona Lina, e o irmão adolescente, Júnior, na cidade de Formigueirópolis. Caçula de uma família de classe média, bastante unida e que se preocupa com o bem-estar dos filhos, Insulina vai à escola, faz aula de dança, música, pratica esportes e tem muitos amiguinhos. Um dia, descobre que tem diabetes.O problema enfrentado pela formiguinha é também a realidade de muitas crianças. E o carnavalesco e compositor de sambas-enredo Tetê sabe bem o que é isso. Apesar de não ser diabético, ele tem na família casos da doença. Esse foi um dos fatores que motivou o autor a abordar o assunto, especialmente para o público infantil.– Gosto de trabalhar o humor e sempre quis criar um personagem infantil. Acho que encontrei uma maneira de fazer isso, e, ao mesmo tempo, tratar um assunto sério – diz Tetê.Assim nasceu a formiguinha diabética Insulina e a sua história, com a idéia de desmistificar a doença, ajudar pais e filhos a encarar o problema e também conscientizar as pessoas sobre a prevenção.Para colocar a idéia em prática, Tetê contou com a ajuda do cartunista Byrata, responsável pela ilustrações e pelo projeto gráfico do trabalho.– Tentei traduzir em imagens uma idéia muito feliz, riquíssima, que o Tetê teve. Uma preocupação que sirva de alerta à muitas famílias – diz Byrata.História terá seqüência em coleção de seis ediçõesA revista teve pré-lançamento em maio, na Feira do Livro de Santa Maria. Agora, ocorre o lançamento oficial, numa data que não poderia ser mais oportuna, o Dia Internacional do Diabetes que, neste ano, tem enfoque especial no diabetes infantil.A idéia de Tetê é trabalhar o tema com as crianças visitando escolas e promovendo a hora do conto. O autor também vai dar seqüência à história de Insulina em uma coleção. Já estão prontas outras seis histórias, que devem ser publicados em edições diferentes, a partir do ano que vem.Neste primeiro número, o autor apresenta Insulina, o local onde ela vive, sua família e a descoberta da doença. Nas próximas edições, a intenção é trabalhar situações do dia-a-dia da formiguinha com diabetes.– Vamos mostrar que, com alguns cuidados, uma criança com diabetes pode ter uma vida normal – conta Tetê.
RENATA BIANCHINI Santa Maria

Saiba mais:
Insulina – A Formiguinha Diabética
Autor: João Souza
Editora: independente, 16 páginas
Gênero: infantil
Preço: R$ 5 (mais despeas de correio)
Contatos: joaotete@bol.com.br

20 de out de 2008

16 de out de 2008

15 de out de 2008

Xirú Lautério e Os Centauros


Para os leitores que aguardam pela segunda parte do Xirú Lautério e os Dinossauros, peço um pouco mais de paciência.
Estou quadrinizando Xirú Lautério e Os Centauros, HQ encomendada pelo Esquadrão Centauro, sediado na Base Aérea de Santa Maria, que este ano faz 30 anos.
Essa HQ fará parte das comemorações de aniversário dessa unidade de nossa Força Aérea, que leva o nome de Centauro, justamente em homenagem ao gaúcho, o "Centauro dos Pampas".

A HQ será lançada em 21 de novembro próximo e a segunda parte do Xirú Lautério e os Dinossauros sairá em maio de 2009.

A partir de hoje, estarei postando algumas imagens da nova HQ.

13 de out de 2008

Roberto Gerhardt expõe


Desenho abandonado

Quem é o autor?
Este desenho foi abandonado no Maucios Bar, no sábado, durante o 5º cartucho. Elias e eu o encontramos enquanto bebiamos a re-re-re-saideira...

Eu por outros...

Por Leandro Doro
durante o 5º Cartucho

19 de set de 2008

Deu na internet


Autor desconhecido, Recebi por email.
Segundo a amiga que me enviou, este aparelho é o Sonho de consumo masculino...

Daniel Pereira dos Santos lança a HQ "MUERTOS"

Visite o sitio do autor:
http://ds.art.br/lancamento-de-muertos/

17 de set de 2008

A Charge do Elias no Diário

Mas Bah! Pra mim o Elias é o melhor chargista do sul do mundo...
Elias publica no Diário de Santa Maria
Contatos: elias@diariosm.com.br

10 de set de 2008

Santa Maria desconhecida II

A ótica do Bica Beltrame
Foto tirada na barragem do DNOS
agosto de 2008
Fotógrafo: Bica Beltrame
Contato: 55 91037182

9 de set de 2008

Santa Maria desconhecida


A ótica do Bica Beltrame
Foto tirada na barragem do DNOS
agosto de 2008
Fotógrafo: Bica Beltrame
Contato: 55 91037182

14 de ago de 2008

Rato de Praia

Autor: Iberê Couto
escultura em madeira Azaléia de Jardim
50 cm altura
acabamento: Cizal, couro, anilina e verniz.
junho de 2008
peças por encomenda
Contato com o autor: (55) 9967 8420
Santa Maria - RS

Acácio

Autor: Iberê Couto
abril de 2008
escultura em madeira Kiri
altura: 80 cm
acabamento: anilina e verniz
peças por encomenda
Contato com o autor: (55) 9967 8420
Santa Maria

11 de ago de 2008

Pérolas de meu bestunto I

Conversas domésticas:

- Acho que vai acabar o gás!
- Não! Vira essa boca pra lá!

6 de ago de 2008

Prosa de Ronda

Acrílico sobre papel
20 x 30 cm
feito em 2/05/99

11 de jul de 2008

Estrela

Te acende pra mim estrela,
Namora-me enquanto a nuvem não passa.
Aqui em baixo meu sentimento é graça
e te nota a esborrifar azuis tão gentis.
Alcança-me a mão estrela
suspende-me na brisa.
Pois pelo pára-brisa do ar
já tua luz se deforma
e forma comigo um perfume sem par.
Esta tudo escuro na volta estrela
tudo muito ameaçador
me pinça a dor em tuas pontas de dama
e me ama e me coloca no tom.
Te acende pra mim estrela
aqui da calçada é hora
pois que agora desceste até mim
e o jasmim envolveu-nos
num sentimento quase sem fim.

Valério Rocha
11/07/08

2 de jul de 2008

Desenhos de Viagem VI

Desenho de observação utilizando caneta sobre papel, da vista norte da propriedade de Água Boa, de Rui Augusto Moraes da Silva, situada na "República Livre da Serrinha do Pinheiro" ("onde o vento faz a curva"), Encruzilhada do Sul, RS.

6 de jun de 2008

Lançamento da Idéia 4


Acontece nessa sexta-feira (06/06/2008) a partir das 20h30min o lançamento oficial da Revista Idéia n° 4 no Espaço Cultural Petruzzi com a presença dos editores da revista Alisson Affonso, Ivonei D´Peraça e Wagner Passos.
Além de Rio Grande a Revista Idéia está sendo distribuída em Vacaria, Bento Gonçalves, Porto Alegre e também em outras cidades do país. Com a participação de artistas dos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minhas Gerais e Bahia, a publicação ganha destaque nacional, levando o nome da cidade para diversos lugares do Brasil e pode ser adquirida também pelo site http://email.terra.com.br/cgi-bin/vlink.exe?Id=uoa6%2BXYqEz/H67IVnKQtg0xXm8tIgzb6YXt0COQiCnrQPb2rZzZgew%3D%3D&Link=http%3A//www.vagaodohumor.com/ideia.htm
O 11° encontro do Grupo de Estudos em Animação da FURG acontecerá juntamente com o lançamento da Idéia no Petruzzi, com a presença de vários desenhistas que estarão realizando estudos de movimento através de desenhos do público.
O evento contará também com Wagner Passos e Alisson Affonso caricaturando todas as pessoas presentes ao som do Trio Acústico formado por Lilian Reckia - voz, Leopa - violão e voz e Gabriel Gonçalves na percussão. Repertório de pop rock e MPB com versões de Marisa Monte, Rita Lee numa proposta de fazer um mix dos anos 80 e 90.
O couvert artístico é R$ 7,50 com direito a uma Revista Idéia n° 4. O Espaço Cultural Petruzzi fica na Bacelar, 210 - tel 32317408.


Contato:
Wagner Passos
53-91254462
MSN: http://email.terra.com.br/cgi-bin/webmail.exe?Act_V_Compo=1&mailto=w-passos@hotmail.com&ID=IM83hCoFDv1Wcw1kKXQmGpNn0cDPoK0v&R_Folder=aW5ib3g=&msgID=17388&Body=0

15 de mai de 2008

Pra lidar com as carnes...

duas "naifes" da
orgulhosa coleção

do meu cumpadre
Mauro Ugalde.




Injeção lental

Outro dia, enquanto botava meu fiel cão de guarda pra mijar e cagar, encontrei uns caras que passavam.
- coitadinha (mal sabe que o jack aceita tudo, menos lhe chamar de coitadinha)!
Enquanto jack se espremia pra largar um croquete, levei um papo como os caras. Eram dois operários, xirús rudes e baguais, mas de sentimentos puros. Deu pra sentir quando um disse pro outro... “Coitadinha, é “intrevada”, não anda por causa do acidente, um “auto” passou por riba dela, “moeo a ispinha”...
- Coitada, ta sofrendo, tem que dar uma “injeção lental” nela, pra prócimazinha pará de sofrê! Disse o outro, me olhando, esperando aprovação.
Não dei resposta, botei o Jack pra dentro e fechei o portão. Naquela noite Jack não dormiu, rosnou a noite inteira, não sei se de dor ou indignação.

Ai! tou um tanto lentio hoje...

Byrata

15/05/08

7 de mai de 2008

Ilustração para a lenda de Imembuy




Há muitos e muitos anos

Muitos séculos passados

Onde está Santa Maria

Tudo era despovoado


Havia bem pouca gente

Morando nestas paragens

Matas, campos, animais

E muita fibra e coragem



Texto de Humberto Gabbi Zanatta

Bico de pena de Byrata
Caneta sobre papel

5 de mai de 2008

Maiakóvski

E então, que quereis?...


Fiz ranger as folhas de jornal
abrindo-lhes as pálpebras piscantes.
E logo
de cada fronteira distante
subiu um cheiro de pólvora
perseguindo-me até em casa.
Nestes últimos vinte anos
nada de novo há
no rugir das tempestades.

Não estamos alegres,
é certo,
mas também por que razão
haveríamos de ficar tristes?
O mar da históriaé agitado.
As ameaçase as guerras
havemos de atravessá-las,
rompê-las ao meio,
cortando-as
como uma quilha corta
as ondas.

(1927)

4 de mai de 2008

Santa Maria 150 anos / Personagens populares II

Claudinho (filho de Edmundo Cardoso, grande teatrólogo santa-mariense, falecido)
Material: caneta sobre papel

3 de mai de 2008

Eu por outros...


Pelo Nico (namorado da minha filha Joana)
Material: Caneta em guardanapo

2 de mai de 2008

Pérolas de meu bestunto

O bom cabrito não berra,
mas boa chaleira é a que chia.

14 de abr de 2008

soneira

Ilustração para capa de livro
Técnica: Aquarela sobre papelão
Dimensões: 23x28 cm



8 de abr de 2008

Pilão e mão de pilão


Acervo da família Vargas em Júlio de Castilhos.

3 de abr de 2008

Neruda eterno

É Proibido

É proibido chorar sem aprender,
Levantar-se um dia sem saber o que fazer
Ter medo de suas lembranças.

É proibido não rir dos problemas
Não lutar pelo que se quer,
Abandonar tudo por medo,

Não transformar sonhos em realidade.
É proibido não demonstrar amor
Fazer com que alguém pague por tuas dúvidas e mau-humor.
É proibido deixar os amigos

Não tentar compreender o que viveram juntos
Chamá-los somente quando necessita deles.
É proibido não ser você mesmo diante das pessoas,
Fingir que elas não te importam,

Ser gentil só para que se lembrem de você,
Esquecer aqueles que gostam de você.
É proibido não fazer as coisas por si mesmo,
Não crer em Deus e fazer seu destino,

Ter medo da vida e de seus compromissos,
Não viver cada dia como se fosse um último suspiro.
É proibido sentir saudades de alguém sem se alegrar,

Esquecer seus olhos, seu sorriso, só porque seus caminhos se desencontraram,
Esquecer seu passado e pagá-lo com seu presente.
É proibido não tentar compreender as pessoas,
Pensar que as vidas deles valem mais que a sua,

Não saber que cada um tem seu caminho e sua sorte.
É proibido não criar sua história,
Deixar de dar graças a Deus por sua vida,

Não ter um momento para quem necessita de você,
Não compreender que o que a vida te dá, também te tira.
É proibido não buscar a felicidade,

Não viver sua vida com uma atitude positiva,
Não pensar que podemos ser melhores,
Não sentir que sem você este mundo não seria igual.

Pablo Neruda

19 de mar de 2008

HQ "Loca de bagual"!

Compre a sua e ajude o autor a publicar a 2ª parte!
Apenas 10 Merréis (Brasil)
Encomendas: byrata@terra.com.br

18 de mar de 2008

A pontuação da morte

Leia-se bem a morte:
morte, vírgula, ou morte, ponto.
Atente-se à pontuação:
depois da vírgula, segue,
mas depois do ponto, não.

Para os da vírgula
é preciso crença.
O ponto não,
o ponto dispensa.

Há quem pontue a morte
com uma interrogação,
estes estão no escuro.
Há também os reticentes,
morte em cima do muro.

E eu, poeta, afinal?
Depois da morte,
ponto final.

Antônio Augusto Ferreira (1936* - 2008+)

Se foi o poeta!


Antonio Augusto Ferreira em foto de Gabriel Pillar.